Reader Comments

Estabilização Dos Taludes Rochosos Da RS/471

"Giovanna" (2018-06-05)

 |  Post Reply

mais ideias inspiradoras

Os projetos de estabilização foram efetuados devido as quedas de blocos e rupturas que começaram a transcorrer nos taludes escavados após o início dos serviços de terraplanagem, executados segundo geometria típica de taludes de corte em maciços rochosos, quatro:Um (V:H). Ao todo, foram realizadas 33 intervenções de estabilização em taludes de corte em rocha, ao longo do sub-trecho referido. Figura dois: Queda de menores blocos (indicados pelas setas) sobre o leito da estrada.


Figura cinco: Fotografias do acentuado fraturamento dos cortes em rocha: (a) fraturamento vertical; (b) fraturamento horizontal e vertical. GEOLOGIA GERAL DOS CORTES EM ROCHA Figura 3: Queda de bloco de grandes dimensões a respeito do leito da estrada. O trecho em dúvida da RS/ situa-se entre as cotas topográficas de 360 e 640 metros e está introduzido regionalmente na Formação Serra Geral da Bacia do Paraná. Localmente, está colocado em duas fácies, a primeira, entre as cotas 360 e 500 metros, constituída por basaltos (Fácies Gramado) e a segunda, entre as cotas 500 e 640 metros, constituída por riolitos e dacitos (Fácies Palmas/Caixas). Figura 6. Figura seis: Coluna estratigráfica dos derrames.


Como dito no relatório de auditoria de junho desse ano, as escavações em rochas duras apresentam blocos de rochas, os quais não foram constatados em Floriano. Nessa obra, o objeto das escavações são menores fragmentos que mais se amoldam às rochas brandas. O próprio gestor, durante manifestação preliminar, alegou que os arenitos não resistem ao transporte, à compactação ou aos frequentes umedecimentos decorrentes das chuvas, decompondo-se em equipamento arenoso.


A esse respeito, os técnicos do TCU declararam que essa característica aproxima ainda Mais ideias inspiradoras as rochas de Floriano de rochas brandas na proporção em que, se se tratasse de rochas duras, não haveria essa decomposição. Para essa finalidade, disse o modelo das pedras britas (rochas duras) que não se desagregam com o transporte, compactação e umedecimentos. Todas essas análises culminam na conclusão de que não há elementos nos autos que possam assegurar a subsistência de rochas duras em Floriano.


Há, porém, indícios fortes de que se trata de rochas brandas. Pra que exista mudança de posicionamento do TCU, considera-se haver a necessidade de gerar elementos que comprovem a vivência de rocha dura em Floriano. Mais ideias inspiradoras propriamente, é necessária a realização de ensaios que possam caracterizar a resistência à compressão do material de escavação o qual os responsáveis entendam referir-se de rochas duras.


Por esse caso, sugere-se a utilização do ensaio de carga puntiforme, normatizado na ASTM D5731-08 ou recurso idêntico com a localização georreferenciada do lugar da amostra. Assim como deve fazer cota desta caracterização da rocha a informação quanto ao grau de modificação em que se localiza. A tabela apresentada a seguir ajusta os cálculos efetuados no primeiro achado do relatório de auditoria de junho deste ano (três.Um - Projeto básico deficiente ou desatualizado) às análises desta instrução.


  • Salsaparilha - Herreria salsaparilha Mart. (LILIACEAE)
  • Onde será estocado o objeto
  • OLAP. Painéis e dashboards. Data Mining
  • Tipo de posto
  • Exercício racional de equipamentos

Representa o sobrepreço global dos serviços de escavação em rocha decorrentes da constatação de que as rochas de Floriano são caracterizadas como rochas brandas. Superfaturamento decorrente de preços excessivos frente ao mercado) às análises desta instrução. Representa o superfaturamento até a décima medição decorrente da constatação de que as rochas de Floriano são caracterizadas como rochas brandas. Necessita-se fazer uma observação que, até a décima medição, havia certa diferença percentual entre o que foi estabelecido no orçamento e o concretamente executado. A aferição do percentual de rochas, instituída no produto nove.Dois Acórdão 1890/2011-TCU-Plenário, deveria ter como propósito comprovar os percentuais que estavam no orçamento de fonte, já que a circunstância do parágrafo anterior é transitória (até a décima medição).


Deste jeito, procurou-se aferir, em uma demonstração, se os quantitativos medidos estavam adequados. Caso a amostra analisada estivesse adequada, haveria um potente indicativo de que a deficiência no projeto básico não culminaria em prejuízos à Administração. A encerramento de se fazer este teste, a equipe de inspeção indagou a Codevasf quanto à possibilidade de contratação de organização especializada em serviços de sondagem para os dias da inspeção (17, 18 e dezenove de agosto).


Assim sendo que a equipe de inspeção chegou a Floriano, foi informado aos auditores do TCU que diversas escavações haviam sido realizadas pela cidade para declarar a vida de material rochoso. Essas escavações, providenciadas em um momento anterior à presença dos técnicos do TCU, evidenciaram, de fato, a presença de rocha. Todavia, foram insuficientes para aferir as proporções de rocha das lembranças de cálculo, que os locais foram escolhidos unicamente por profissionais da Prefeitura e da organização contratada, não representando, assim, uma amostra aleatória.


A encerramento de gerar um conjunto de detalhes que pudesse aferir as medições de uma maneira aleatória, foram selecionadas, antecipadamente, dezoito notas de serviço (peça 119) em um universo de Mais ideias inspiradoras um.100 notas até a décima medição. Essas notas de serviço apresentam as características de um trecho da obra, como a extensão, a profundidade da vala, a cota da rocha, o exercício ou não de escoramento e os quantitativos de cada equipamento escavado.


Depois de consulta aos responsáveis pela obra (Prefeitura, Codevasf e corporação contratada), chegou-se ao consenso que poderiam ser realizadas seis escavações (peça 120) das 18 pré-selecionadas. A par dessa explicação, partiu-se para o campo pra fazer as perfurações e realizar as medições dos diferentes instrumentos da vala. Teve-se o cuidado de escavar ao lado da vala executada antecipadamente de modo a não viciar os dados com elementos que não caracterizariam a realidade dos trabalhos executados.


Acrescente-se que, a pedido dos responsáveis na obra, duas das 6 escavações foram refeitas e outra vez analisadas (medidas) na equipe do TCU. Segundo os responsáveis, a escavação original apresentava falha decorrente de elevações topográficas irregulares das rochas. Numa delas, houve variação da profundidade da rocha de 0,oitenta e sete m para 0,47 m em ligação ao grau do terreno, excluída a pavimentação. Pela outra, aproximadamente não houve alteração, a rocha passou de uma profundidade de 0,93 m pra 0,90 m. A memória das medições realizadas e as imagens que evidenciam os valores medidos estão contidas pela peça 121 destes autos.


A encerramento de propiciar uma melhor análise e segundo o tratado retro, os detalhes desta tabela poderão ser consolidados de modo fazer clara distinção entre instrumentos rochosos e não rochosos (1ª e 2ª categorias). Caso você gostou desse postagem e gostaria ganhar maiores infos a respeito do conteúdo relacionado, olhe nesse hiperlink mais Ideias inspiradoras mais fatos, é uma página de onde peguei boa parcela destas dicas. Observa-se que, nas 6 escavações realizadas em Floriano durante a inspeção, há evidências de que as medições realizadas não estão adequadas. Os detalhes sinalizam para uma transferência de quantitativos de objetos de 1ª e 2ª classe pra quantitativos de equipamentos rochosos. Vale mostrar que essa diferença provém de 2 fatores: medições de campo inadequadas e cálculos errados nas notas de serviço.



Add comment