Reader Comments

2018 - Disco Exigente E Unidades De Fita (Dúvidas E Respostas)

"Pedro Lucca" (2018-05-22)

 |  Post Reply

Tenho um Pc com um disco severo de 2,5 GB, mas o Windows noventa e cinco só reconhece 2 GB. Usei o FDISK e formei uma partição estendida do espaço restante; depois de isso o Windows reconheceu a nova unidade, contudo não disponibiliza o espaço do disco clique aqui para saber mais uso. Acabei de me lembrar de outro site que também pode ser útil, veja mais sugestões neste outro post clique aqui para saber mais, é um excelente web site, acredito que irá gostar. No DOS/FDISK, a partição primária aparece como de 16 bits, e a outra vem em branco.


O que preciso fazer para utilizar totalmente o espaço do meu disco? OBS: Não está sendo usado o sistema FAT32, presente no Windows noventa e cinco OSR2. Você fez a coisa certa. Acontece que existem casos de Computadores cujo BIOS, apesar de discernir discos com mais de 504 MB, não reconhecem discos com mais de dois GB. No disco WDC32500H, construído pela Western Digital, tais como, há um jumper que tem que ser usado em casos assim como, possibilitando a sua instalação.


Consulte o seu manual para acompanhar se esta solução se aplica ao teu caso. Existe ainda a opção de usar o software que acompanha o disco rígido (EZ Drive ou Disk Manager). Se esse software não foi fornecido, você podes obtê-lo por meio do web site do teu fabricante na Internet. Olhe o endereço pela nossa área de links. Devo adicionar que não tive a oportunidade de constatar ao vivo, Computadores com BIOS que só reconhecem discos de até 2 GB.


Até aproximadamente o término de 1994, o limite máximo reconhecido pelos BIOS era de 504 MB. Com a implantação da função LBA nos BIOS modernos, esse limite foi aumentado para 8 GB. Ocorre que alguns dos primeiros BIOS a implantarem a atividade LBA eram restritos a somente dois GB. Logo em seguida tornaram-se comuns os discos com mais de 1 GB, aproximando-se da barreira dos 2 GB, e os fabricantes de BIOS passaram a implementar a atividade LBA de modo a atingir o máximo de 8 MB. Comprei um disco exigente Quantum de 1,vinte e oito GB pra meu Pentium.


Sobrou um disco Fujitsu de 1,08 GB IDE. Comprei depois um 486 de segunda mão pra fazer uma rede, estava sem disco e coloquei o Fujitsu lá, no entanto o seu BIOS não reconhece além de 504 MB. Agora procurei o driver para ele estrada Web, sem sucesso. Amaria de saber se existe a escolha de um driver de outro fabricante funcionar neste disco e onde encontrá-lo. Só por curiosidade: instalei o Norton Sysinfo no 486 e qual foi minha surpresa ao examinar que o mesmo alcançou o índice 144,7. É normal?


Não é recomendável utilizar programas pra este fim diferentes do fornecido pelo fabricante do disco exigente, todavia você não tem nada a perder se fizer uma tentativa. Se não funcionar, você será capaz de "matar" o programa do disco enérgico utilizando o comando "FDISK/MBR". Visualize primeiro o website do fabricante do HD (encontre no ramo de hiperlinks) e procure a versão adequada do Disk Manager ou EZ Drive.


Se você não localizar estes programas, use as versões que estão na área de download deste website. Comprei há algum tempo um 486DX2-sessenta e seis que não tem a opção LBA Mode no BIOS. clique aqui para saber mais utilizar o disco de 540 MB, foi preciso instalar o disco com o software EZ Drive que o acompanhou. Depois de um direito tempo, precisei formatar o disco severo, e para a minha surpresa, verifiquei que ao usar um disquete de boot, o disco severo não é reconhecido.


Como posso formatar este disco rígido? Como posso construir um disquete anti-vírus para este Computador? Para "detonar" o EZ Drive, é preciso utilizar o comando FDISK/MBR. Necessitamos fazer isto no momento em que podemos formatar o disco, removendo totalmente o EZ Drive, Disk Manager ou igual. Programas como este permitem que você use uma tecla de controle ao longo do boot, permitindo que o mesmo possa ser feito a começar por um disquete. 1.048.576 bytes), não vale a pena utilizar programas como o Disk Manager ou o EZ Drive.


Declare o disco no CMOS Setup com 1024 cilindros, sessenta e três setores e 16 cabeças, o que resulta em 504 MB, ou 528 milhões de bytes. Sou técnico de hardware, e com freqüência vários dos meus consumidores precisam trocar seus discos rígidos de pequena inteligência por discos maiores. No momento em que se trata do sistema operacional DOS, costumo ligarum disco como Master e o outro como Slave, e faço a transferência dos arquivos utilizando o XCOPY do DOS.


Primeiro instalo o Windows noventa e cinco no disco novo, depois o conecto como Slave ao disco velho e faço por isso a transferência de fatos com o respectivo XCOPY, porém nada tem êxito. Existe qualquer modo de fazer essa tafera sem ter que reconfigurar todo o Windows 95? Não use o XCOPY neste procedimento para fazer este tipo de cópia. Vou revelar um jeito de cópia que tem êxito adequadamente. Este procedimento é necessário por causa de o Windows acusa uma "violação de compartilhamento" ao ser copiado o arquivo WIN386.SWP, (denominado como "swap file", ou "arquivo de troca da memória virtual"). A cópia feita será completa, com exceção do arquivo WIN386.SWP.


  • Você podes utilizar cmdlets do vmm clique aqui para saber mais administrar todos os instrumentos na linha de comando do VMM

  • Faz duas semanas que cheguei. (oss)

  • Samsung Odyssey NP800G5M

  • vinte e três de Fevereiro de 2017 às 11:Dezessete

  • Pressione [WINDOWS]+R

  • Pressione a tecla R para reiniciar o pc

  • 3 - Não use Windows XP, Visão ou desative o TRIM

site

No momento em que for executada uma partida com esta cópia do Windows 95, um novo arquivo de troca será automaticamente formado. Já você podes copiar normalmente todos os demais diretórios do disco antigo pro novo, utilizando os métodos de cópia tradicionais do Windows noventa e cinco (Copiar / Colar). Há um método seguro pra fazer a cópia utilizando o XCOPY do Windows 95, todavia este tem que ser executado por meio do Prompt do MS-DOS perante o Windows 95 (em uma janela ou em tela cheia). No Windows 3.11, no momento em que tento trocar o nome do disco, surge a mensagem que não é possível acrescentar a entrada do diretório.


A dificuldade de não alcançar transformar o label do disco precisa-se ao episódio do diretório raiz estar "lotado". Ao contrário dos excessivo diretórios, o raiz possui um limite máximo de entradas (512) pra serem usadas como nomes de arquivos, nome de diretório, e mesmo como volume. Remova arquivos desnecessários do diretório raiz. E o mais considerável, evite a todo custo usar arquivos de nomes longos dentro do raiz. Cada nome comprido consome diversas entradas de diretório. Depois desta pequena faxina, você será capaz de formar novos diretórios, arquivos (não exagere) e altarar o label. Este problema não ocorre em discos que utilizam a FAT32.



Add comment